Expectativas – Parte 2

Enquanto os filmes de herói arrancam milhões de dólares mundo a fora, nós que gostamos mas não damos tanta importância, aguardamos determinados filmes, mais importantes, eu diria. Como eu disse na postagem anterior, a lista do Festival de Cannes está para ser anunciada, em Berlim alguns filmes não causaram tanto e em Sundance alguns nascimentos, mas vamos continuar a lista.

Midnight SpecialMidnight Special, de Jeff Nichols
O filme passou no Festival de Berlim, já estreou nos Estados Unidos e é um dos dois filmes que o diretor tem para esse ano, o problema é que ele não empolgou tanto a crítica e o público, não por menos, Nichols nunca foi mesmo disso, ainda assim causa expectativas aqui e ali. O filme narra a história de um pai e um filho que fogem do governo, quando esse descobre que o garoto tem poderes sobrenaturais, o diretor guardou seu segundo filme para o segundo semestre, talvez para a temporada de premiação, eu acho difícil.

Everybody Wants Some
Everybody Wants Some, de Richard Linklater
Seria esse mais um feito de Linklater, talvez sim, talvez não – eu sou dos que aposta em não – o filme estreia agora dia 15 de abril nos Estados Unidos e conta com um elenco totalmente desconhecido para narrar a história de m calouro de faculdade cai nas mãos de um grupo de jogadores de beisebol. Como sempre Linklater tem uma história simples, mas com o barulho que seu filme anterior fez, talvez esse faça o mesmo, a crítica e boa parte do público gostou muito da sua última trinca de filmes (Bernie, Antes da Meia-Noite e Boyhood) eu infelizmente detestei os três, mas aguardemos por esse para falar melhor.

Billy Lynn’s Long Halftime Walk (Ang Lee) Billy Lynn’s Long Halftime Walk, de Ang Lee
O tailandês costuma não errar, mas a pergunta que não quer calar é, de onde ele tirou esse elenco, em nome de Deus? É certo que, posso quebrar a cara, mas é duvidoso que saia algo dai. O filme estreia dia 11 de novembro, justamente quando as premiações estão no auge. O filme vai narrar a corrida dos membros sobreviventes de um esquadrão de soldados que serviram na Guerra do Iraque e experimentar a desconexão entre a guerra no país e a guerra no exterior. O diretor que passou por todas as experiências possíveis nos últimos anos, desde filme de heróis, passando por filmes homossexuais até filmes que questionam a fé, se alguém tem crédito como diretor, esse alguém é Ang Lee.

JackieJackie, de Pablo Larrain
O chileno fez sucesso em Berlim, ganhou o prêmio de melhor diretor (com O Clube) e agora aparece com dois filmes marcados para esse ano, entre eles seu primeiros filmes americano, e que americano. Larrain vai contar a  história de Jackie Kennedy nos primeiros dias após o assassinato de JFK. Natalie Portman depois de uma passagem apagada em Cannes, ano passado, volta a protagonizar e com chances de prêmios, o filmes está guardado para estrear em Veneza, mas nada certo ainda, só que vai estrear em 2016.

How To Talk To Girls At Parties (John Cameron Mitchell
How to Talk to Girls At Parties, John Cameron Mitchell
O ator dirigiu apenas três filmes, todos eles são excepcionais, agora que foi anunciado esse quarto, infelizmente a data de estreia ainda não foi confirmada, não sei ao certo se vai estrear em 2016 ou vai ser adiados, só sei que, espero que seja mais um clássico carnal do diretor, mais uma vez ao lado de Nicole Kidman, o filme vai narrar a história de um garoto que se apaixona por uma garota em uma festa apenas para descobrir que ela e seus amigos são estrangeiros enviados para preparar o caminho para um ritual interplanetária misteriosa que vai colocar seu novo amor em perigo mortal. Será uma comédia romântica com toques de sci-fi, aguardemos.

"Wiener-Dog"
Wiener-Dog, de Todd Solondz
Outro filme polêmico, como estamos acostumados vindo de Solondz? É claro que, não – a história de uma garota que viaja por todo o país e os impactos a vida de todos que ele conhece para melhor, trazendo conforto e alegria a todos. O filme vai funcionar como uma continuação de “Bem-vindo a Casa das Bonecas” são alguns dos personagens mais tarde na vida, essa será muito provavelmente, mais uma das idiossincrasias de Solondz, o filme já estreou em Sundance.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s